Prof. Luiz Rachid Trabulsi

Nasceu na cidade de Vargem Grande (MA) onde fez o curso primário. O curso secundário foi realizado no ginásio Maranhense (São Luís) e o curso colegial no Colégio Estadual da Bahia (Salvador). Graduou-se em Medicina em 1953 pela Faculdade de Medicina da Universidade da Bahia.

Durante os anos de 1954 e 1955 estagiou no Serviço de Gastroenterologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Passou os anos de 1956, 1957 e parte de 1958 estagiando em vários serviços de Imunologia da Alemanha, obtendo o título de Dr.Med. pela Universidade de Erlangen em 1957. Retornando a São Paulo, passou a trabalhar no Departamento de Microbiologia e Imunologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, onde permaneceu até 1970. Neste período, obteve os títulos de Doutor e mais tarde o de Professor Livre-Docente e estagiou pelo período de um ano no Center for Disease Control (CDC) Atlanta-USA e pelo período de 03 meses em vários serviços de Microbiologia da Universidade de Londres.

Em 1970, fez concurso para Professor Titular de Microbiologia da Escola Paulista de Medicina, tornando-se em seguida, Chefe do Departamento de Microbiologia e Parasitologia. Com a colaboração dos Profs. Erney Plessmann Camargo e Nelson Figueiredo Mendes, reestruturou o Departamento e criou o curso de pós-graduação em Microbiologia e Imunologia. Em 1988, solicitou aposentadoria à Escola Paulista de Medicina.

Publicou até agora, em torno de 180 trabalhos, a maioria em periódicos internacionais e orientou 20 teses de doutorado e 40 de mestrado. Os trabalhos publicados entre 1980 e 1986 (60), a maioria sobre Escherichia coli, o tornaram o microbiologista brasileiro mais citado, em uma recente avaliação do Citation Index. Além disto ocupou o 6º lugar entre os 170 cientistas mais citados. É editor dos livros: Microbiologia e Microbiologia das Infecções Intestinais.

Foi consultor temporário da Organização Mundial de Saúde de 1980 a 1986, membro do Conselho do Instituto Butantã, diretor do Instituto Adolfo Lutz, presidente da Sociedade Brasileira de Microbiologia, em três períodos, e fundador da atual Revista de Microbiologia.

Recebeu várias homenagens de alunos e entidades científicas, sendo que uma das mais gratificantes foi a utilização do seu sobrenome para designar uma espécie (Koserella trabulsi) e mais recentemente um gênero (Trabulsiella) da Família Enterobacteriacea.