“Pipetadas Históricas”: série comemora 10 anos do curso de Ciências Biomédicas do ICB-USP

Produzidos por Daniel Reis, aluno do Programa Unificado de Bolsas, os nove episódios reúnem depoimentos de professores, estudantes e egressos, de forma lúdica e educativa.


09/09/2021

Em 2021, o Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP) recebeu a sua décima turma do curso de Bacharelado em Ciências Biomédicas. Em homenagem aos dez anos de criação do curso, o ICB lança hoje (9/09) a série de vídeos “Pipetadas Históricas”, produzida no âmbito do Programa Unificado de Bolsas (PUB) pelo estudante Daniel Reis (graduando da ECA-USP), sob orientação da professora Luciana V. Rossoni, coordenadora do curso, e com apoio da Comissão de Cultura e Extensão (CCEx).

 

Serão nove episódios, um por semana, com relatos de docentes que participaram da criação do bacharelado, além de depoimentos de alunos e egressos. O primeiro episódio conta com a participação dos professores Luiz Roberto G. de Britto e Carlos F. Menck, diretor e vice-diretor do ICB em 2005, quando o curso começou a ser idealizado. Na época, o Instituto já ministrava aulas para vários cursos da USP e estava recebendo a primeira turma do curso de Bacharelado em Ciências Fundamentais para a Saúde, mas ainda não tinha o próprio curso de graduação com ingresso pelo vestibular.

 

Intitulado “Memória e Divulgação Científica do Curso de Bacharelado em Ciências Biomédicas ICB-USP por meio de vídeos”, o projeto PUB visa manter e preservar a memória do curso e divulgá-lo para futuros alunos e para a sociedade em geral. “O desenvolvimento do projeto é uma oportunidade ímpar para o estudante bolsista vivenciar a produção de material científico e educativo, por meio do contato com os protagonistas que acreditaram, criaram e consolidaram o curso de Bacharelado em Ciências Biomédicas do ICB e os alunos envolvidos neste processo”, informa a coordenadora.

 

Sobre o PUB – O Programa Unificado de Bolsas de Estudos para Estudantes de Graduação (PUB) busca engajar os estudantes em atividades de investigação científica ou projetos associados às atividades-fim da Universidade, de maneira a contribuir para a formação acadêmica e profissional. Para concorrerem às bolsas, os candidatos precisam estar inscritos no Programa de Apoio à Permanência e Formação Estudantil (PAPFE), da Superintendência de Assistência Social (SAS). Professores da USP podem cadastrar projetos no PUB com duração de 12 meses.