Prof. Paulo de Toledo Artigas

Primeiro Diretor do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP). Formou-se, em 1929, pela Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo – atual Faculdade de Medicina da USP – e se especializou na área de Parasitologia Médica e Comparada. Recebeu o título de livre-docente no Concurso para Cátedra de Parasitologia; contudo, mesmo aprovado não a assumiu, pois o primeiro lugar coube ao professor Samuel Pessoa. Em 1932 tornou-se regente no ensino de Parasitologia na Faculdade de Farmácia e Odontologia da USP; posteriormente, em 1954, tornou-se Diretor dessa Faculdade. Em 1960, Paulo passou a ser Diretor da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB–USP), sendo o maior responsável pelas iniciativas para a construção do novo campus. Participou ativamente da fundação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais de Bauru (HRAC-USP), popularmente conhecido como Centrinho.

A importância do Professor – Paulo Artigas para a USP/Bauru está evidenciada nas inúmeras homenagens prestadas a ele; – entre elas, está o recebimento do título de Professor Emérito da FOB-USP e a nomeação da principal avenida do campus. Assumiu ainda a cadeira do Departamento de Parasitologia da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP-UNICAMP). Suas habilidades na direção de projetos inovadores, organização e pragmatismo fizeram com que, em 1969, em meio ao processo da Reforma Universitária, o professor fosse designado para a Direção do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB – USP) que ainda estava em formação, ocupando o cargo de Diretor entre os anos 1970 e 1974. Responsável pelas negociações bem-sucedidas com o Governo do Estado, em 1973, conseguiu finalizar e inaugurar o primeiro edifício do Instituto (ICB I). Aposentou-se em 1975 e foi contratado como professor titular do departamento de Parasitologia da UNICAMP, onde exerceu atividades docentes por mais quinze anos.

 

Gestão diretor: 1969-1973