Alunos do ICB-USP vivenciam o estudo da malária no Acre

Curso Prático de Diagnóstico Molecular para Malária completou sua segunda edição e é uma parceria entre o ICB, a Universidade Federal do Acre e o Exército brasileiro.


02/09/2019

 

Entre os dias 11 e 21 de agosto, alunos de pós-graduação do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP) tiveram a oportunidade de estudar a malária de perto, no município de Cruzeiro do Sul, no Acre, durante a segunda edição do Curso Prático de Diagnóstico Molecular para Malária. Coordenado pelos professores Gerhard Wunderlich, Claudio Marinho e Carsten Wrenger, do ICB-USP, e Rodrigo Medeiros da Universidade Federal do Acre (UFAC), o curso é resultado de uma parceria entre as duas universidades e o Exército brasileiro.

 

No início da viagem, os estudantes atuaram no Laboratório de Doenças Infecciosas da Amazônia Ocidental, da UFAC, e também tiveram aulas teóricas sobre zoologia, paleontologia e sobre as populações indígenas, para compreenderem as características e particularidades da região. Em seguida, realizaram trabalho de campo: viajaram até regiões rurais e visitaram diversos pacientes, onde aprenderam as principais técnicas envolvidas no diagnóstico da malária e como a doença é tratada.

 

A etapa final foi a viagem de 12 horas pelos 160 km do rio Moa até o Parque Nacional da Serra do Divisor, na fronteira com o Peru, que contou com o apoio do Comando de Fronteira Juruá/61º Batalhão de Infantaria de Selva (C Fron Jur/61º BIS), do Exército brasileiro. A equipe de militares esteve presente durante todo o curso para orientar os professores e estudantes – apoio necessário por se tratar de uma área remota da floresta tropical inacessível por terra.

 

Metade das vagas é destinada aos alunos do ICB-USP e metade aos alunos da UFAC – este ano, o curso teve cerca de 20 participantes. Entre eles, alguns alunos estrangeiros, que são recebidos a partir de um convênio de dupla titulação de mestrado entre o Instituto e a Universidade de Münster, na Alemanha, pelo programa de intercâmbio “Integrated International Double Degree Programme” do Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD).

 

Aline Tavares | Acadêmica Agência de Comunicação